Tuesday, 28 June 2011

"...porque o amor é forte como a morte, e duro como a sepultura, o ciúme;
as suas brasas são brasas de fogo, são veementes labaredas.
As muitas águas não poderiam apagar o amor, nem os rios, afogá-lo;"
Cânticos dos Cânticos 8.6.7


Queime.

Wednesday, 22 June 2011

We can try

"What would you say if I told you that all I've thought about is you since you've been gone?
I wish some way, some how, I could turn this world right back around and mend mistakes I've made.
So I could say to you that I know things aren't like what they used to be.
Different faces, different places, but we can try...
What would you say if I told you that I'm not giving up however long it takes?
It's clear that things have changed since when we started but we can't just walk away, babe.
So I am telling you that I know things aren't like what they used to be.
Different faces, different places,
but, we can try!"

Between The Trees - We Can Try

Wednesday, 15 June 2011

Эпизод из фильма "Элизабеттаун" Кэмерона Кроу

"Episode from the film 'Elizabethtown', Cameron Crowe"

                            

Melhor cena do filme! Lembram disso?!
Ok, não é somente pelo filme, o pássaro voando, ou a música. É mais, muito mais do que isso. Acho que vocês me entendem.
Bons tempos...

Saudade de vocês, amigos.

(Free bird, irmão!)

Tuesday, 14 June 2011

Tela embaçada

De tão perto por querer estar mais perto me achei encostado em tuas palavras
Li e as reli, e então as li novamente, sonhei com cada letra, e acordei ali de repente
De olhos fechados, sonhando acordado, me imaginei ao seu lado naquele momento
Respirava devagar agradecendo por cada fôlego ao teu lado
Olhei nos teus olhos e senti a tua pele, e já não queria nada além de adormecer em teus braços

Quando meus olhos se abriram eu te procurei até não conseguir achar
Tuas palavras agora escondidas me lembravam de acordar
Meus dedos antes deitados em teu rosto, agora deslizavam, passeavam
E terminaram úmidos naquela tela embaçada de celular
Permitiram-me ler o que me fazia sonhar, e que permaneceu guardado,
Mas não mais em uma tela que logo iria se apagar

Não era mais sonho o que acabara de ler, seu significado era real
E então acordado, apenas sonhava com o dia, em que ao seu lado
saberei o que é amar

Monday, 13 June 2011

12 de Junho

Obrigado pelos melhores dias da minha vida.
Obrigado pelas suas palavras.
E por tudo o que tu és, obrigado.
Um beijo,
meu amor.

Monday, 6 June 2011

Hey, oi


"[...]arrebataste-me o coração com um só dos teus olhares[...]"
Cânticos dos cânticos 4.9