Friday, 29 July 2011

The Dark Knight Rises (Teaser Trailer)

 Teaser Trailer da 'conclusão épica' de Nolan para a trilogia de Batman, The Dark Knight!

           

   Como sempre, muitos rumores, spoilers e surpresas cercam os filmes do diretor Christopher Nolan. Depois de algumas fotos e muitas informações, o primeiro Teaser do filme foi revelado no site oficial, mostrando um pouco do que o filme promete.
   O grande vilão dessa vez será o Bane, interpretado por Tom Hardy, um mascarado que possui uma imensa força proveniente de um esteróide chamado Venom. Sua força e intelecto fazem dele um dos vilões mais temidos de Batman.


   Além de Bane, estão confirmados para a conclusão da história CatwomanRa's al Ghul, dentre outras personagens. The Dark Knight Rises, segundo se consta, terá um final surpreendente que impossibilitará uma sequência para a história. Por enquanto, enquanto novas informações não são reveladas, só nos resta esperar e imaginar como será a conclusão de uma das maiores trilogias da história do cinema e dos super-heróis. O filme estréia no dia 20 de Julho de 2012!


"If you make yourself more than just a man, if you devote yourself to an ideal... you become something else entirely. A legend Mr. Wayne, a legend."

Monday, 25 July 2011

Oi, você está bem? Está tudo bem por aqui. Bom, está tudo na mesma, não tem acontecido muita coisa. Mas acho que isso não é justo, não é mesmo? Não sou eu que estou longe. Cada detalhe sem sentido para mim deve ser importante para você. Cada detalhe que nem pergunta. Toda a rotina sem importância que encontra sentido quando não estamos juntos. Saudade de jogar bola com você. Poderia ter durado mais nosso jogo, mas eu desisti tão fácil. Talvez um dia você entenda, eu prometo que vou fazer de tudo para que compreenda. Acho que eu nunca vou entender. Era o nosso sonho. Mas eu aprendi com você, você sonhou, conseguiu. Obrigado por sempre acreditar, mesmo quando ninguém mais acredita. Vou tentar ficar um pouco aí nos próximos dias. Era tão bom quando os resultados aconteciam, porque não vai ser agora que não acontecem. A gente riu tanto junto, por que não podemos chorar? Ah, eu conheci uma menina. Talvez um dia você a conheça, talvez seja por ela que esteve orando há mais de 19 anos. Não faz ideia de como ela é linda. São só mais alguns dias e depois acho que começarei a correr um pouco. Saudade de correr com você. Obrigado por ter me ensinado a andar, e quando eu caí, me ensinado a levantar. Espero ser tão bom quanto você é. Estou tentando, eu estou tentando.
Acabei de assistir um filme que me deu um pouco de medo, e precisei escrever isso. Talvez não leia, não agora, talvez um dia.
Eu te amo, papai

P.S. See you soon

Tuesday, 19 July 2011

Você pode ser tudo o que quiser sem fugir do que nasceu para ser.
Lucas Zavarelli

Monday, 4 July 2011

Que diferença faz uma estação

   "Um homem tinha quatro filhos. Ele queria que seus filhos aprendessem a não julgar as coisas de modo apressado, por isso, ele mandou cada um em uma viagem, para observar uma parreira que estava plantada em um distante local.
   O primeiro filho foi lá no Inverno, o segundo na Primavera, o terceiro no Verão, e o quarto e mais jovem, no Outono.
   Quando retornaram, ele os reuniu, e pediu que cada um descrevesse o que tinha visto.
   O primeiro filho disse que a árvore era feia, torta e retorcida.
   O segundo filho disse que não, que ela era recoberta de botões verdes e cheia de promessas.
   O terceiro filho discordou; disse que ela estava coberta de flores, que tinham um cheiro tão doce e eram tão bonitas, que ele arriscaria dizer que eram as coisas mais graciosas que ele jamais tinha visto.
   O último filho discordou de todos eles; ele disse que a árvore estava carregada e arqueada, cheia de frutas, vida e promessas...
   O homem então explicou a seus filhos que todos eles estavam certos, porque eles haviam visto apenas uma estação da vida da árvore...
   Ele falou que não se pode julgar uma árvore, ou uma pessoa, por apenas uma estação, e que a essência de quem são, e o prazer, a alegria e o amor que vêm daquela vida podem apenas ser medidos ao final, quando todas as estações estão completas.
   Se você desistir quando for Inverno, você perderá a promessa da Primavera, a beleza do Verão, a expectativa do Outono.
   Não permita que a dor de uma estação destrua a alegria de todas as outras.
   Não julgue a vida apenas por uma estação difícil.
   Persevere através dos caminhos difíceis, e melhores tempos certamente virão de uma hora para a outra."
(autor desconhecido)

Sunday, 3 July 2011

Igrejas condenam uso da energia nuclear

"Igrejas e entidades de todo o mundo condenam a continuidade do uso da energia nuclear para geração de energia depois do acidente de Fukushima.

   Em vista da catástrofe nuclear após o terremoto no Japão, as igrejas exigem o fim do uso da energia atômica. 'Uma tecnologia que não perdoa erros não nos faz bem', disse o presidente da Igreja Evangélica na Alemanha (IEA), Nikolaus Schneider. O dirigente da Conferência alemã dos bispos católicos, Robert Zollitsch, afirmou que a 'energia nuclear não é energia do futuro'.

   Segundo ele, não necessárias novas formas de energia que preservem o ambiente e que possam ser controladas sem riscos. Para o pastor Schneider 'precisamos sair dessa forma de energia o quanto antes, pois lidamos em terreno inseguro'. Mesmo um país altamente desenvolvido tecnologicamente agora aponta que não há outra alternativa e que a 'sociedade tecnológica precisa aprender a humildade, pois não domina tudo', disse.

   Para os líderes das igrejas não se trata somente de debater sobre o tempo de vida das usinas nucleares. Chegou a hora de dar um basta e de apontar todas as dramáticas consequências de se continuar utilizando esse tipo de energia. Chegou o momento de promover um 'desembarque rápido' da tecnologia atômica.
   O diretor do Instituto de Ciências Sociais da IEA, Dr. Gerhard Wegner, disse que essa atitude deveria basear-se num princípio ético fundamental, que diz: 'Você deve correr somente aqueles riscos pelos quais você pode responsabilizar-se'. A catástrofe nuclear no Japão mostra claramente que não há seguro contra o fracasso técnico e humano.
   O patriarca Bartholomeu I, da Igreja Ortodoxa de Constantinopla, também apelou aos governos de todo o mundo para que repensem suas políticas atômicas. Entrementes começam a ser anunciados inúmeros protestos ao redor do mundo, reforçando o desembarque urgente das energias baseadas na fissão nuclear."
Com informações do Evangelischer Pressedienst
Presença Luterana - Revista do Sínodo Sudeste da IECLB - Ano 1 - Edição nº 01 - Maio/Junho 2011

Saturday, 2 July 2011

Feliz mês novo

Ah, Julho...

Boa sexta-feira! Recomeço do curso de Clown amanhã, último jogo, despedida, novo começo, novo Estado, reencontros, desencontros, final de mais uma semana, reuniões, e inúmeros inícios...

Nada como uma tarde fria, a presença de Deus e alguns pensamentos. Companhia de livros, conversando com as palavras, um pouco de jazz esperando o chá das cinco....

"Hearts gone astray, deep in her when they go...
                            "

Feliz mês novo, bons sonhos, Deus te abençoe!

Friday, 1 July 2011

Não, eu não vou dizer não. Me leve daqui, para algum lugar, eu não vou perguntar, longe daqui. Não fiz minha mala, não vou levar nada, não quero que me achem, apenas me leve com você onde eu possa me esquecer. Eu não vou procurar, prometo não questionar, eu não quero mais me achar. E o que eles falam, deixe que falem, e continuarão falando, não quero mais escutar. E o que meus olhos viram, se era verdade quando sorriram, ou mentira, eu não me importo, não quero mais me importar. Tantos planos promissores, e o dinheiro no caixa, e toda a programação, e o falso fogo, e toda a enganação, esqueça, o calendário está preenchido, os dias foram escolhidos, talvez dê tudo certo e o dinheiro continue vindo, e as pessoas continuem vindo, e ouvindo, e vendo, e saindo, e morrendo. Eu não me importo. Um dia eu me importei com o que iriam pensar se eu falasse que não me importo. Já não me importo. Não porque não quero me importar, eu quero, mas não consigo, não faz sentido, nunca fará. Mas me leve com você, me sequestre, eu não vou mais resistir. Eu não tenho dinheiro, não estudo direito, não tenho do que me orgulhar. Me mate se for preciso, e então talvez eu saiba o que é viver. Mas se continuar vivo, não me deixe aqui sozinho, me leve com você.