Monday, 4 July 2016

Segure a Minha Mão

Segure a minha mão...
Me entregue os seus medos,
Descanse os seus dedos,
Não diga que não.

O amanhã é incerto quando não se tem onde segurar,
O amor agoniza quando não tem a quem amar.

Segure a minha mão.
Cale a minha boca, me deixe sem ar.
Como o fogo pro sol, nosso amor nos dá vida...
Se for verdadeiro,
O deixe queimar.

                                              Lucas Zavarelli

Sunday, 3 July 2016

Enquanto

Enquanto a noite é escura e o vento, gelado, permaneço, me suporto, me torturo, calado. Te quero sem te querer, te espero, sem me entender. Todas as perguntas me levam à você.

Lucas Zavarelli